“Chi-Chi-Chi-le-le-le, viva Chile!”. O que você sabe sobre o Chile? Por mais que este seja um destino consideravelmente bem procurado, muita gente ainda não sabe exatamente quais cidades visitar quando decide se aventurar pelo país.

Mas não se preocupe, pois separamos os seis lugares mais procurados para turismo na República Chilena, além de algumas dicas de “sobrevivência”. Papel e caneta a postos! Anote tudo com atenção, porque depois é só turistar e desfrutar o Chile e tudo o que esse lugar tem de bom para oferecer!

Dicas

Antes de conhecer os pontos turísticos, que tal um pouquinho de informações sobre o Chile? Afinal de contas, é sempre bom estar informado (principalmente quando se trata de uma viagem. Não queremos ser pegos de surpresa caso haja algum imprevisto, não é mesmo?).

Câmbio

Dinheiro é sempre a primeira preocupação quando se trata de viagens! E dessa vez não falaremos sobre dólares ou euros, mas pesos Chilenos. A conversão para o real é feita da seguinte maneira: divide-se por mil e multiplica-se por 5. Então $10.000 pesos chilenos equivalem a R$50,00. Parece complicado quando você dá de cara com vários zeros na nota de papel, mas é tudo muito simples!

E caso o seu banco no Brasil seja Itaú, Santander ou Banco do Brasil (esse último só possui uma única agência no país), há a opção de habilitar o cartão de crédito e débito para saque no exterior. É preferível usar apenas o cartão, pois a taxa para retirada de dinheiro no caixa eletrônico é de R$20,00.

Segurança

Esse é um assunto que merece um tópico, porque apesar do país ser seguro, alguns cuidados são indispensáveis.

A atenção deve ser redobrada em lugares de maior movimentação como shoppings, feiras, parques, pontos turísticos e metrôs. Sabe aquela mania de deixar a mochila/bolsa/sacola pendurada na cadeira ao lado (ou na própria cadeira) enquanto come na praça de alimentação? Todo cuidado é pouco. Deixe seus pertences sempre dentro do seu campo de visão, entre suas pernas ou no próprio colo. Melhor prevenir do que remediar!

Outra dica de segurança é com relação aos táxis. O golpe costuma acontecer no momento de pagar a corrida. O taxista fala o valor e quando você entrega a nota (de 20 ou 10 mil, por exemplo), ele alega ter recebido o valor errado, como 2 mil ou 1 mil. O ideal é você entregar a nota e certificar com o taxista dizendo: Aqui estão 10 mil pesos. (Em espanhol: Aqui hay 10 mil pesos). Utilizar táxis de agências, do próprio hotel, ou de aplicativos como EasyTaxi e UBER são outras saídas.

Gastronomia

Também faz parte da viagem conhecer os pratos típicos! E se prepare, pois a comida chilena tem boa fama ao redor do mundo, principalmente quando se trata de frutos do mar e carnes!

Ah, e não se assuste se você encontrar abacate no McDonald’s! Os chilenos adoram essa fruta e é bastante comum tê-la como ingrediente em muitos de seus pratos.

A empanada chilena também é uma ótima pedida nos restaurantes. É bem parecido com calzone ou pastel assado. Há uma variedade de sabores, tem para todos os gostos!

Agora se o assunto é bebida, além do vinho, você vai ouvir falar muito do pisco. É como se fosse uma cachaça chilena proveniente de uvas. Vale à pena degustar!

Pronto! Agora que já está um pouquinho ambientado, que tal irmos direto ao ponto? Ou melhor, aos destinos!

Santiago

Chile - Santiago

A capital e cidade mais importante do Chile é conhecida pelo charme, e ao mesmo tempo, pela modernidade. Antes mesmo de desembarcar, só pela janela do avião, os turistas já se encantam pelo espetáculo da Cordilheira dos Andes e da cidade que fica localizada em um vale.

O bairro de Bellavista é uma ótima sugestão de passeio para os turistas, repleto de cafés e discotecas animadas. Não deixe de ver as coleções de arte do Parque Florestal e dar atenção à arquitetura diversificada da região, que começa na Igreja de São Francisco (século XVI), e termina nos prédios espelhados que exalam a contemporaneidade da cidade! A capital chilena oferece uma porção de atividades! Confira o nosso guia completo sobre o que fazer em Santiago.

San Pedro de Atacama

Chile - San Pedro de Atacama

Se você está em busca de uma paisagem bonita e incomum, esse é o destino certo. Cânions de arenito, planícies salgadas pontilhadas de flamingos, gêiseres fumegantes, fontes de água quente, picos vulcânicos… Há diversos lugares para serem explorados em San Pedro de Atacama. E os passeios agradam a todos, pois podem ser feitos a pé, de bicicleta ou até mesmo a cavalo!

Puerto Varas

Ir à Puerto Varas é, decididamente, fazer uma viagem ao túnel do tempo. É impossível não se sentir no século XIX ao andar pelas ruas repletas de casas de madeira construídas pelos imigrantes alemães.

Chile - Puerto Varas

Também é uma ótima opção para os aventureiros de plantão! A cidade é localizada às margens do Lago Llanquihue, o segundo maior lago do Chile, que é conhecido como ponto de pesca, rafting em águas cristalinas, passeios a cavalo e partida para excursões de caiaque no mar.

Valparaíso

Afastando-se 112km de Santiago e seus prédios imponentes, o cenário se transforma e ganha um ar boêmio e artístico ao chegar em Valparaíso, o porto principal do Chile. A cidade histórica foi declarada pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade. Possui uma charmosa arquitetura colonial, ótimos restaurantes de frutos do mar e um acolhedor centro comercial. Arranje um tempinho e aproveite para visitar a da casa do famoso escritor Pablo Neruda – aberta para visitação.

Chile - Valparaíso

Você também pode utilizar centenário funicular Ascensor Artilleria ou escalar o Cerro Concepción para apreciar as impressionantes vistas do oceano e da cidade. Vale à pena!

Santa Cruz

Todo mundo conhece a fama dos vinhos chilenos, certo? Não é preciso ser amante da bebida para querer se embrenhar e conhecer a beleza dos vinhedos e adegas de Santa Cruz. A cidade chilena é um ótimo ponto de partida para explorar o Vale do Colchagua, uma região conhecida por seus vinhos tintos encorpados.

Chile - Santa Cruz

Além da degustação, há também um pouco de história para conhecer! Não perca a oportunidade de visitar os museus culturais e apreciar a arquitetura colonial.

Pucón

Sabe aquelas imagens que enfeitam os cartões postais e nos fazem suspirar? Pucón é uma delas. Fica a nove horas de carro ou de trem de Santiago e é um destino bem procurado no verão (dezembro, janeiro e fevereiro).

Chile - PucónTuristas do mundo todo se aventuram para ver o magma derretido escorrendo lentamente das encostas do Monte Villarrica, relaxar nas piscinas termais de água quente e fria nas Termas Geométricas ou andar a cavalos para explorar os Andes cavalgando.

E aí? O Chile já ganhou um espacinho diferente na sua lista de lugares para turistar? Entre em contato com a Aghito para planejar a sua viagem!